Decoração e festas, Ecologia

Festa de aniversário sustentável? Sim, é possível!

boloed

Olá, mamães!

Festa de criança é uma delícia, não é? Mas dá um trabalho!! Mesmo assim eu adoro. Pensar em todos os detalhes, preparar tudo (sim, sou daquelas que gosta de cuidar de tudo pessoalmente, da decoração aos comes!). O primeiro aninho da minha mais nova foi um piquenique (tem até um post aqui no site). Da decoração às comidinhas, eu fiz tudo. E foi uma festinha bem diferente, comidas saudáveis, suquinho, decoração sustentável. E hoje, que grata surpresa, a Beatriz, da Green is Great, nos traz muitas dicas legais sobre este tema. Como o assunto rende, vamos dividir em várias partes. Confira então o tópico desta semana:

“Festa de aniversário sustentável 

Este assunto foi escolhido para hoje depois de uma “conversa” virtual com outras mães sobre como fazer comidinhas gostosas e saudáveis no aniversário. Sobre as comidinhas, voltaremos logo, mas vamos começar pela festa em si. 

Todos gostamos de festas bonitas, que sejam “um sucesso”, diferentes, bem organizadas e divertidas. Isso tudo é bacana, mas novamente sugerimos uma paradinha para pensar no que estamos fazendo, para quê e quais as consequências.

Afinal, a festa é para comemorar com aqueles que gostamos, mais um ano dos nossos filhos e queremos que eles aproveitem e se sintam bem. 

Começando pelo convite: hoje em dia é bastante comum enviar convites por email. Evita o consumo do papel, o lixo, já que logo é posto fora, a contaminação, se for feito em gráfica não-ecológica, tempo, combustível e poluição para entregar os convites impressos. Quer guardar de recordação, ou os avós adoram juntar os convitinhos de cada neto, então imprima aqueles que vão ter um significado especial e serão mesmo guardados. É só o começo.

 Na primeira festa que fiz, um comentário que todos fizeram ao se despedir foi “como estava agradável, dava vontade de ficar mais, não vimos o tempo passar, estava gostoso”. Então eu chamava a atenção de um por um: “foi por causa da música”. E todos concordavam: “ É mesmo, foi isso, mas não tinha percebido…”

Nessa festa não tinha música de fundo. Havia sim, algumas musiquinhas durante as brincadeiras das crianças, selecionadas e colocadas no volume apropriado para os pequeninhos. As pessoas conseguiam conversar sem gritar, conseguiam ouvir se seu filho (os maiorzinhos) chamavam e não se sentiram incomodadas. Não é por nada que existe o termo “poluição sonora”, é porque barulho demais incomoda e faz mal mesmo. Muitas vezes nem percebemos o que está incomodando, mas sentimos um alívio ao deixar o lugar. Se para nós, adultos, é desagradável, imaginem para as crianças. Um dos motivos pelos quais elas saem irritadas, choram nas festas, ficam agitadas por um período depois de saírem, é o excesso de barulho durante muito tempo. Se além de música super agitada e alta tem barulho de brinquedos eletrônicos, ainda pior. Repense isto na sua próxima festa.”

Este assunto vai render nas próximas semanas. Também traremos sugestões de decoração, atividades, de lembrancinhas e claro, de comidinhas saudáveis. Até lá!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s