Gravidez, Saúde da Mamãe

Sialorréia, por que comigo??

sialorreiaEsta era a pergunta que eu fazia durante todos os meses que este sintoma, comum mas nem tanto, durou nas minhas duas últimas gestações. E você, gravidinha, já ouviu falar disso? Então vou contar como foi comigo.

A salivação excessiva (também conhecida como sialorréia ou ptialismo) é um sintoma até comum na gestação, dizem os médicos. Esse distúrbio está relacionado à presença de náuseas e vômitos que, provavelmente, levam a gestante a ter dificuldade para engolir a saliva, mas que desaparece no decorrer da gestação. A causa desse sintoma não está bem esclarecida, podendo ter origem por alterações hormonais ou psicológicas. Mas eu nunca havia ouvido falar até acontecer comigo. E as pessoas que eu conhecia também não sabiam do que se tratava, então cheguei a conclusão de que é comum, mas nem tanto. Sabe aquele cachorrinho que baba que é uma loucura, anda pela casa escorrendo saliva?? Era euzinha!! Um horror!! Tinha que sair com uma toalha para cuspir porque a saliva fica com um gosto ácido e viscosa, quando engolia me dava ânsias. Imagina eu, sentadinha na aula da facul, cuspindo feito uma vaca!! Constrangedor pra caramba!! Todo mundo te pergunta o que está acontecendo. E, sem exageros, eu enchia 2 toalhas de rosto por dia de saliva! Isto aconteceu na segunda gestação por volta da 8 semana. Além dos enjoos, isso. Minha GO me deu várias receitinhas, mas nada adiantava.  Mascar chicletes, comer bolachinha de água e sal, mastigar cravo, nada. Era baba e baba! E o prognóstico era pior ainda: “pode ser que passe no terceiro mês, senão só quando o bebê nascer” dizia ela, na maior paz! No dia do aniversário de 3 anos da minha primeira filha, enfim, passou. Acho que o envolvimento com a festa, a visita de parentes distantes, e o início do terceiro mês (ufa! ele chegou, os enjoos se foram e levaram a sialorréia junto!), contribuíram.

Mas aí, não satisfeita com duas crias, quis a terceira. E quando peguei o resultado positivo qual foi a primeira coisa que pensei?? Salivação de novo, não!! Please!!

Dito e feito, sétima, oitava semana chegando, começaram os sintomas. Mas nada da bendita. Ainda… Um belo dia, senti a boca se enchendo. Calma, Juli, é só um enjoo. E depois de novo, e de novo. Ela veio, pra me lembrar que estava grávida (e precisa?).

Só que desta vez foi beeem pior! Salivei muito mais do que na outra gestação (desta vez usei uma caneca com tampa, daquelas de aço, bem grandes, porque não queria ficar cuspindo em uma toalha no trabalho. Enchia de 3 a 4 por dia!). Tentei novamente o chiclete, a bolachinha, o cravinho. Descobri que chicletes de canela ajudam bastante, mas o mascar continuamente acaba assando a boca. Desisti. O que mais surtiu efeito foi ficar tomando pequenos goles de água o tempo todo. Não ia nem ao banheiro sem minha garrafinha. Mas confesso que desta vez o bicho pegou! Entrei em depressão por causa disso, chegava em casa, me trancava no banheiro e chorava, chorava muito. Era o dia inteiro convivendo com algo que fugia completamente ao meu controle, que não havia medicação que aliviasse, que não sabia quando ia parar e que me deixava muito constrangida diante das outras pessoas. Quando o terceiro mês se foi e a salivação não passou, acabei me conformando que teria que conviver com aquilo até sabe quando. E foi até o momento em que entrei em trabalho de parto. O bom é que foi diminuindo com o passar dos meses, embora não cessado completamente.

Algumas recomendações dos médicos que podem ajudar a redução da salivação durante a gravidez são:

  • procurar fazer várias refeições durante o dia, com porções pequenas e intervalos regulares,
  • procurar reduzir a ingestão de alimentos com amido na sua composição, como pão, batata, bolo e bolacha,
  • comer menos frutas cítricas e pepino,
  • evitar comer e deitar-se; procurar fazer pequenas caminhadas após alimentar-se.

Para mim, não resolveu.

Bom, meninas. Esta foi a minha experiência com a tal da sialorréia. Espero que tenha ajudado quem possa estar passando por isso.

A conclusão a que cheguei ao final das contas: passaria tudo de novo, apesar de ter me dado um certo desespero em determinado momento. Porque quando segurei minha filhota nos braços, tudo valeu a pena!

Anúncios

9 comentários em “Sialorréia, por que comigo??”

  1. Olá!!!

    Estou com 16 semanas de gestação, e não me lembro muito bem qdo começou a salivação intensa em minha boca. Sim, simplesmente eu cuspo durante o dia todo. Encharco uma toalha em meia hora. Ainda bem que não estou trabalhando, pois se estivesse entraria em crise como vc.

    A coisa mais chata que tem me ocorrido é o marido – que é médico – perguntando o que tenho sentido além da salivação, tentando descobrir a raiz psicológica dessa cuspição constante. Eu, sinceramente, não tenho sentido trauma, medo, receio, nada… Estou apenas vivendo um dia de cada vez. Nem enxoval comecei a fazer, devido a minha tendência ansiosa…

    Quero que os dias passem “normalmente” até que se conclua a minha maternidade – sem neuras e sem consumismo – e me vem querer achar problema psicológico.

    Poxa, eu sou a mais interessada em sair dessa chatice… Pq a pessoa se dá ao luxo de pensar que estou com algum distúrbio psiquico se tenho levado como parte do show da gestação?

    Um bjo

    Curtir

    1. Olá querida! É assim mesmo, um sintoma bem desagradável e que muitas pessoas não entendem. É bem provável que passe logo, já que estás na 16 semana. Você já falou com sua GO? Veja o que ela lhe recomenda. E ande sempre com uma garrafinha de água em mãos. Além de hidratar, foi o que mais me ajudou. Com o tempo esta babação vai diminuindo! E distraia-se preparando a chegada do bebê, olhando roupinhas, arrumando o quartinho. Não vai resolver o problema, mas ajuda a tirar o foco dele por alguns momentos. Bjs e muita saúde para vocês!

      Curtir

  2. ola,td bem eu passe por td isso e estou passando de novo estou no 2mes de gestação estou sentindo a boca salivando ,na minha ultima gestação so termino dps de 3 dias q minha filha nasceu isso não e fácil,td q vc tentou eu tentei bolachinhas , cravos,chiclete nada adiantava o pai da minha filha trabalhava em uma fabrica de madeira ele me trazia tds os dia pó de cerra eu colocava em um potinho e cuspia o dia td.passei em dentistas pisco loga e nada adiantou

    Curtir

  3. Oi meninas! Passei por isso na minha primeira gravidez e agora estou na segunda com 6 semanas e começou outra vez. Na primeira durou até a minha filhota nascer, foi assustador. Mais pro final da gestação eu dormia com algodão na boca e após algumas horas eu acordava para trocar, foi uma solução que encontrei para poder dormir. Em casa eu tinha um baldinho que ficava ao lado do sofá e a noite da cama. Para sair só a toalhinha de rosto mesmo. No sétimo mês diminuiu ao ponto de conseguir engolir. Agora na minha segunda vez, estou torcendo para acabar logo, também mt triste por ter que passar por isso outra vez.
    Força pra nós!

    Curtir

    1. Puxa Renata!! Sei bem o que estás passando! Mas depois de ter passado por isso duas vezes só posso te dizer que a recompensa é maravilhosa! Ver aquele rostinho nos olhando pela primeira vez faz com que esqueçamos de todos estes mal-estares. Um grande beijo!

      Curtir

  4. Estou com 8 meses de gestação e desde do inicio da gravidez apareceu este sintoma! O cuspe para espuma de detergente, não da para engolir, acho que vou sentir esse sintoma até o fim da gravidez, nada adianta, nem remédio, nem simpatia rsrsrs…..saiu cuspindo pela rua e em casa banheiro direto, confesso NÃO AGUENTO MAIS !!!!! SÓ JESUS SALVA, PORQUE A MEDICINA PARA ESSE CASO NÃAOME DEU EXPLICAÇÃO!! Valeu

    Curtir

  5. É gente também estou passando por isso, desde a 5° semana eu acho, tenho 4 semanas assim e não sei o que vou fazer pois daqui a 1 mês vou voltar a trabalhar, fico com um balde perto de mim o tempo todo, não paro de cuspir. Pior é que fico com vergonha de sair assim e até mesmo de receber alguém em casa. Tô rezando muito que isso tudo passe no final do terceiro semestre porque trabalhar desse jeito ninguém merece. OBS: Também já tentei todas estas receitinha e sabe o que é melhor? São as dicas de como diminuir a salivação, evite laticínios, amido e carne. Sobrou o que pra se comer? Nada!

    Curtir

  6. Estou com 16 semanas e não aguento mais essa Silorreia , sinto vontade de chorar toda noite ninguém entende está cada dia mais forte acordo engasgando e tem um cheiro ruim tenho q sair com fraudas de pano para cuspir estou exausta não aguento mais, gasto 3 toalhas por dia toalhas de banho de tanto q salivo .

    Curtir

    1. Oi Aline! Sei bem o que está passando 😦
      Mas aguente firme, tente usar as dicas que passei, beba bastante água, pra mim ajudava bastante. Uma hora vai passar, mas eu sei que é difícil e a vontade de chorar vem mesmo. Chore e não se preocupe com os outros. Só você sabe o que está sentindo. E pense que isto tudo é porque você está tendo a benção de gerar uma vida, que logo estará alegrando sua vida!
      Bjs e força!!

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s